Lettera ai lettori – mi presento

lettera al lettore

Cari lettori e lettrici!

Vorrei presentarmi, se mi permettete: mi chiamo Claudia Lopes, sono brasiliana di Rio de Janeiro. Mi sono laureata in lettere/lingue portoghese-italiano nel 2001, presso l’UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Ho vissuto per sette anni in Italia (ci torno almeno due volte all’anno), dove ho potuto approfondire le mie conoscenze nell’ambito dell’italianistica e continuare i miei studi. L’italiano per me è come se fosse la mia seconda lingua. Ho lavorato anche per due anni come lettrice di lingua portoghese presso l’Università degli Studi di Bari, periodo in cui ho avuto l’occasione non solo di conoscere persone fantastiche e fare delle belle amicizie ma, INNANZITUTTO, di avere un approccio tutto speciale con il portoghese: insegnare la propria lingua materna agli stranieri è una delle più grandi sfide per un insegnante di lingue. Ah! Sono anche una traduttrice tecnica e letteraria, le mie lingue di lavoro sono il portoghese, l’italiano, l’inglese e … fra non molto, spero …, il tedesco!

Dopo tutti i “mi piace” e tutte le iscrizioni che l’Affresco Italiano ha avuto in questi ultimi giorni – sia alla pagina Facebook sia al blog stesso -, mi sono sentita più che stimolata a scrivervi questa lettera. Prima di tutto, vi ringrazio di leggere e condividere i miei post, sappiate che tutto quello che trovate qui è frutto, soprattutto, della mia passione per la lingua e la cultura italiana, che sicuramente è lo stesso sentimento che vi spinge, ogni giorno, a cercare nuovi siti e pagine FB per impararne sempre di più, lo stesso sentimento che vi ha portato fin qui. Comunque, tanti di voi già mi conoscono dal blog Dicas de Italiano, dedicato all’insegnamento della lingua italiana ai brasiliani, per il quale ho scritto fino a pochi mesi fa. Poi ho deciso di creare l’Affresco Italiano, lingua italiana per stranieri, e Claulopes, dove pubblico post e materiali per gli italiani (e non solo) che desiderano imparare la lingua portoghese (pagina FB Lingua Portoghese per italiani). Quindi, se volete essere sempre aggiornati riguardo ai post, iscrivetevi al blog o alla pagina Facebook di Affresco italiano e Lingua Portoghese per italiani.

Ecco, questa sono io! Tutto quello che troverete qui o sull’altro blog è di mia totale responsabilità, cioè: tante cose belle, i miei sbagli (tutti noi sbagliamo), le mie impressioni, ecc.

Un caro saluto e a presto!

Claudia Lopes

 

Carta aos leitores

Olá a todos! Com certeza muitos de vocês já me conheçam como colaboradora do Dicas de Italiano, de cujos posts sou responsável já há algum tempo. Antes de tudo, gostaria de falar um pouco de mim: me chamo Cláudia Lopes, sou carioca, mas moro há 15 anos no exterior. Morei por 7 na Itália e desde 2009 vivo em Zurique, Suíça. Sou formada em letras (português-italiano) pela URFJ, universidade que carrego, até hoje, no coração.

venezia - lontano non esiste

(Veneza – créditos da imagem: Lontano non esiste)

Apesar da distância do meu país, nunca me afastei da minha cultura e, sobretudo, da minha língua. No período em que vivi na Itália, tive a oportunidade de trabalhar como leitora de língua portuguesa na Università degli Studi di Bari. Confesso que foi uma experiência suis generis, porque fui solicitada a ensinar a variante europeia do português, ou seja: tive estudar primeiro para poder ensinar, pois eu nada sabia da língua portuguesa falada em Portugal, e muito menos da cultura. No fundo, essa constatação não deixava de ser inusitada. Afinal, a língua portuguesa falada no Brasil é herança do colonizador, do qual nos distanciamos em modo significativo, a ponto de nada sabermos em relação aos patrícios. Na verdade, não é que não saibamos o quanto da cultura portuguesa está inserida na cultura brasileira, não nos damos conta. Quem sabe algum dramaturgo resolve fazer uma novela sobre Portugal, assim como fizeram sobre a Itália?

Fontana_di_Trevi_di_notte - wikipedia

(Fontana di Trevi – créditos da imagem: Wikipedia)

Além de professora de português e italiano, sou também tradutora há mais de 15 anos. Traduzo do inglês e do italiano para português e, dependendo do texto, do português para o italiano. No momento, estou às voltas com o alemão, que exige de mim muito estudo e muita dedicação, não por ser uma língua difícil como se costuma dizer, é só diferente. Uma língua estrangeira é como um amigo: temos que aceitar do jeito que é.

A língua italiana para mim, há muito, é como se fosse a minha segunda língua. Em casa, Sofia, minha filha, fala italiano com o pai, que é italiano, português comigo e, claro, alemão na escola e com os amigos. Vivemos um situação linguística rica, pois Sofia é perfeitamente trilíngue.

Torre di Pisa

(Torre di Pisa – créditos da imagem: Wikipedia)

Affresco Italiano, como já devem ter percebido, será um espaço para o estudo/aprendizagem da língua e da cultura italianas, em seu sentido mais amplo. Seguirei, mais ou menos, a linha de trabalho que tenho desenvolvido no Dicas de Italiano, para o qual continuarei a escrever. Recentemente, abri também um blog dedicado ao ensino/aprendizagem do português brasileiro para falantes de italiano, Claudia Lopes – Idiomi e Traduzioni, se puderem, passem por lá também!

Um grande abraço a todos e até breve com tantas novidades!